ga('send', 'pageview');
a

Do what you love, Love what you do.

Últimas Noticias

 

Cursos

Do what you love, love what you do.

Curso de Assistente de Fisioterapia

975.00

Adquira conhecimentos, capacidades e competências sólidos sobre os procedimentos e terapias aplicadas pelo assistente de fisioterapia.

Destinatários:

  • Todos aqueles que tenham interesse / vocação em áreas relacionadas com a promoção da qualidade da saúde e que possuam escolaridade obrigatória e idade mínima de 16 anos.
REF: assistente-fisio Categoria: Etiqueta:

Descrição

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM 

OBJETIVOS GERAIS

  1. Dotar os formandos de conhecimentos sólidos sobre os procedimentos e terapias aplicadas pelo assistente de fisioterapia.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  1. Atender os clientes
  2. Aplicar técnicas terapêuticas diferenciadas e individualizadas.
  3. Fazer manipulações de massagens e técnicas de trabalho corporal
  4. Descrever princípios básicos de anatomia, fisiologia e fisiopatologia
  5. Aplicar cuidados de higiene
  6. Conhecer princípios básicos da mecânica corporal
  7. Respeitar os princípios relativos à prática da actividade e da ética profissional
  8. Manter, recuperar e aumentar a função física
  9. Aplicar métodos de tratamento do tecido mole das articulações

MODALIDADE DE FORMAÇÃO
Formação profissional de iniciação ou aperfeiçoamento de competências.

FORMA DE ORGANIZAÇÃO DA FORMAÇÃO
Regime Presencial

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS – CARGA HORÁRIA

  1. Anatomofisiologia
  2. Técnicas de cinesioterapia – apoio ao fisioterapeuta.
  3. Eletroterapia
  4. Técnicas de Posicionamento, Mobilização, Transferência e Transporte.
  5. Ligaduras Funcionai
  6. Técnicas e Sessão de Massagem
  7. Drenagem Linfática Manual

Total de horas:  150 horas

METODOLOGIAS DE FORMAÇÃO

Metodologias ativas que promovam a participação dos formandos, valorizando a sua experiência e a aplicabilidade dos conhecimentos adquiridos.

A componente teórica, com recurso a metodologias expositivas com suporte de meios audiovisuais, irá alternar com a componente prática, para além do método expositivo, demonstrativo e interrogativo o método ativo será privilegiado, assim os formadores disponibilizarão materiais para análise e reflexão conjunta, bem como para a realização de trabalhos práticos.

CRITÉRIOS E METODOLOGIAS DE AVALIAÇÃO

A avaliação das aprendizagens dos formandos decorrerá ao longo de todo o curso, e em momentos específicos para o efeito. Assim, a avaliação será concretizada em 3 momentos distintos, mas complementares: avaliação diagnóstica e/ou inicial; avaliação formativa e/ou continua e a avaliação sumativa e/ou final.

  • No início do curso, efetuar-se-á uma avaliação diagnóstica com o objetivo de aferir o nível de conhecimentos dos formandos face ao tema a desenvolver. Este momento permitirá ao formador ajustar objetivos, conteúdos, técnicas e métodos de acordo com as especificidades do grupo de trabalho. Este momento de avaliação não tem qualquer intenção classificativa.
  • Durante o curso, procederemos a uma avaliação formativa sustentada na realização de atividades de avaliação de caracter mais prático como forma de regulação da aprendizagem, servindo para avaliar se os formandos estão a progredir no processo de aprendizagem e permitindo assim fazer os devidos ajustes à formação por parte do formador. Esta avaliação será sustentada num conjunto de critérios que seguidamente apresentamos, bem como a realização de algumas de fichas de trabalho e de exercícios práticos.
  • No final do curso, tendo por base uma avaliação de carater sumativa, pretendemos aferir se os formandos atingiram os objetivos propostos neste curso permitindo-lhes a obtenção de uma classificação final. Esta avaliação será de caracter práticos e permitirá a obtenção no processo final de um certificado de formação profissional.

Critérios de avaliação e respetivas ponderações:

  • Avaliação diagnóstica: não carece de classificação
  • Avaliação formativa (40%):
    • 5% Assiduidade;
    • 5% Pontualidade;
    • 5% Participação;
    • 5% Espirito de Equipa
    • 20% Participação e realização das propostas de trabalho e exercícios práticos;
  • Avaliação sumativa (60%):
    • 60% Avaliação Teórica/Prática (exercícios práticos)

Respeita o critério assiduidade nesta formação é um requisito fundamental, na medida em que existem competências técnicas que só podem ser adquiridas em contexto de formação prática pelo que será condição obrigatória a frequência de 95% do total de horas do respetivo curso (ver regulamento interno da formação).

O resultado final desta avaliação é expressa quantitativamente numa escala de 1 a 20 valores e resulta da média ponderada dos critérios acima referidos.

Terminada a ação, pedir-se-á ainda aos formandos que preencham um inquérito por questionário para avaliar o nível de satisfação face à formação ministrada (avaliação da reação)

RECURSOS PEDAGÓGICOS
Videoprojector, cadeiras, mesas de trabalho, armários, quadro branco, apagador e marcadores, folhas brancas, pastas individuais, canetas, documentação fornecida pelo Formador e outro material que este recomende para o desenvolvimento das sessões.

ESPAÇOS E EQUIPAMENTOS

Recursos físicos/espaços: uma sala teórica e outra prática (área total de 31 m2) com capacidade adequada ao número dos formandos (15) e devidamente equipadas com o material necessário ao desenvolvimento de cada ação.

Material de apoio/equipamentos: marquesas, papel de marquesa, toalhas turcas, antissético, álcool 70º, óleo base vegetal para massagem, óleos essenciais.

Informação adicional

Duração

150

Horário

Laboral, Pós-Laboral